• Subprocuradoria-Geral de Planejamento Institucional

Planejamento Institucional

03/01/2019

Conheça os vencedores do Prata da Casa e do Clique Cidadão

A revelação e a premiação dos ganhadores dos concursos culturais Clique Cidadão, de fotografias, e Prata da Casa, que reconhece boas práticas institucionais, foram realizadas nesta sexta-feira, 14 de dezembro, durante evento em comemoração do Dia Nacional do Ministério Público, no Bloco II da sede da instituição, em Curitiba.

Clique Cidadão

As fotos “Gerações – Ensinando a reconhecer o passado”, do servidor Ricardo Maltauro Nickel, e “Espelho da Arara-Canindé”, do servidor Vinícius Medeiros Bittencourt Rodrigues, foram as vencedoras do Clique Cidadão 2018. A primeira foi escolhida como pelo júri técnico e a segunda pelo júri popular, do qual participaram da votação 1.108 membros, servidores e estagiários.

Ricardo Maltauro Nickel, vencedor da categoria júri técnico,
recebendo o prêmio do promotor de Justiça Claudio Rubino Zuan Eesteves, representando o APMP
A foto “Gerações – Ensinando a reconhecer o passado”, vencedora da categoria júri técnico
Vinícius Medeiros Bittencourt Rodrigues, vencedor na categoria júri popular,
recebendo o prêmio do procurador-geral de Justiça, Ivonei Sfoggia
Foto “Espelho da Arara-Canindé”, vencedora na categoria júri popular

 

Concorreram aos prêmios do Clique Cidadão 172 integrantes do MPPR, que enviaram no total 301 fotografias (cada candidato pôde inscrever até dois trabalhos) com o tema “Olhares do Ministério Público”. Além da escolha da primeira foto vencedora, o júri técnico selecionou outras 30 para concorrerem à votação popular. Os fotógrafos Daniel Castellano, Diego Castelo e Sérgio Vanalli foram convidados para compor o júri técnico.

Promoção e patrocínio – O Clique Cidadão é promovido pela Procuradoria-Geral de Justiça, por meio da Assessoria de Comunicação, com o objetivo de incentivar a interação entre membros, servidores e estagiários e também ampliar o banco de imagens institucional. Este ano, a iniciativa conta com apoio da Fundação Escola do Ministério Público do Paraná (Fempar), da Associação dos Servidores do Ministério Público do Paraná (Assemp) e da Associação Paranaense do Ministério Público (APMP), entidades que fornecem o suporte financeiro necessário.

Prata da Casa

Na edição deste ano do Prata da Casa, foram premiados seis projetos, em duas categorias: Atuação Resolutiva na Esfera Extrajudicial e Unidade e Eficiência da Atuação Institucional e Operacional. O concurso, que recebeu 43 inscrições, busca estimular e reconhecer ações que contribuam para o aprimoramento dos serviços prestados à sociedade e para a modernização da atuação institucional. Foram jurados desta edição: o ouvidor-geral do MPPR, Ney Roberto Zanlorenzi, o promotor de Justiça e assessor da Subplan Fernando da Silva Mattos, e a diretora do departamento de Planejamento Institucional e Gestão da Subplan, Denise Colin.

 

Categoria: Atuação resolutiva na esfera extrajudicial

 

1º lugar: promotor de Justiça Eduardo Alfredo de Melo Simões Monteiro, com o projeto
"Liga Boqueirão de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes"
2º lugar: a promotora de Justiça Thayná Regina Navarros Cosme, autora o projeto
"Estratégias de Combate e Prevenção à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher"
3º lugar: o promotor de Justiça Leonardo Dumke Busatto, com o projeto
"Qualificação das licitações e compras públicas municipais"

 

Categoria: Unidade e Eficiência da Atuação Institucional e Operacional

 

1º lugar: o projeto "Execução Penal em Meio Aberto – Mudanças para garantir maior eficiência e efetividade",
do promotor de Justiça Odoné Serrano Júnior, das servidoras Emili Cristina de Freitas de Arruda e Renata Albuquerque da Silva,
e dos estagiários Fernando de Lima Minari e Eduardo Cramer Ono
 
2º lugar: o projeto "Desenvolvimento de metodologia de trabalho da área técnica social junto aos projetos institucionais",
do promotor de Justiça Joelson Luis Pereira e da assistente social Clarice Metzner
3º lugar: o "Projeto Regional Temático PROLIN – Licenciamento Ambiental Integrado",
da promotora de Justiça Priscila da Mata Cavalcante e da assistente jurídica Maurielle Félix da Silva

17/12/2018

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem